segunda-feira, 24 de julho de 2017

DESEJOS PERIGOSOS

Viver perigosamente no mundo dos desejos é algo muito desejável, no entanto perigoso, desejo é uma coisa imprevisível. Digo isso pela facilidade em que nós humanos temos de desejar o proibido, deis do princípio foi assim. [...] E o Senhor Deus fez brotar da terra toda a árvore agradável à vista. Ora, é o que o nosso livro diz, o que me agrada a vista me é desejável... Logo em seguida Deus diz: [...] Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás. Todos nós sabemos o resumo dessa história, o homem e a mulher fraquejaram. Agora podemos perguntar: Deus porque o Senhor colocou aquela arvore lá se já sabia que íamos morrer por causa dela? Quem tem capacidade de entender os desígnios de Deus? As vezes parece-me que queremos ouvir da boca de Deus: Desculpas meus filhos, eu errei. Ora, perguntas como essa me remete ao pensamento de que Deus realmente sabe o que faz, nós que tentamos compreender o incompreensível. Imagino se isso não tivesse ocorrido, Deus seria tirano. Deus teria nos roubado a bela experiência de aprender com os erros, a vida já não seria um processo de aprendizagem contínuo. Deus iria de alguma forma nos manipular e nos robotizar, fazendo nós assim bonequinhos de vodus.

No entanto os nossos desejos são perigosos pelo simples fato de que amamos desejar o proibido, Deus desse modo então nos atiçou a desejar as coisas erradas? Não, Ele apenas nos diz: Meus filhos façam isso e viva, meus filhos não façam isso se não vocês morrerão... Devemos compreender uma coisa entre vida e morte, podemos viver mortos se não estivermos espiritualmente ligados com Deus mesmo estando vivos, e podemos facilmente estar ligados a Deus e mortos para os desejos maus que temos diante da vida. É uma labuta no que concerne meus desejos bons e ruins e hoje eu compreendo que sempre viveremos oscilando, entre desejos bons e maus. Ora eu desejo amor e coisas boas, e ora eu desejo morte ódio e inveja. Na maioria das vezes nossos desejos maus estão ligados de alguma forma com a desgraça do outro, por isso pecamos, isso é terrivelmente vergonhoso, e me assusto quando percebo em mim que eu tenho essa capacidade natural de ser. Nossa natureza é pecaminosa, não é o que eu faço, é o que eu sou.

E agora como sairemos dessa realidade perigosa? Qual é a saída para nós? Me lembro de Paulo, o apostolo dos gentios:

Não sabeis vós, irmãos (pois que falo aos que sabem a lei), que a lei tem domínio sobre o homem por todo o tempo que vive? Porque a mulher que está sujeita ao marido, enquanto ele viver, está-lhe ligada pela lei; mas, morto o marido, está livre da lei do marido. De sorte que, vivendo o marido, será chamada adúltera se for de outro marido; mas, morto o marido, livre está da lei, e assim não será adúltera, se for de outro marido. Assim, meus irmãos, também vós estais mortos para a lei pelo corpo de Cristo, para que sejais de outro, daquele que ressuscitou dentre os mortos, a fim de que demos fruto para Deus. Porque, quando estávamos na carne, as paixões dos pecados, que são pela lei, operavam em nossos membros para darem fruto para a morte. Mas agora temos sido libertados da lei, tendo morrido para aquilo em que estávamos retidos; para que sirvamos em novidade de espírito, e não na velhice da letra. Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás. Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, operou em mim toda a concupiscência; porquanto sem a lei estava morto o pecado. E eu, nalgum tempo, vivia sem lei, mas, vindo o mandamento, reviveu o pecado, e eu morri. E o mandamento que era para vida, achei eu que me era para morte. Porque o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, me enganou, e por ele me matou. E assim a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom. Logo tornou-se-me o bom em morte? De modo nenhum; mas o pecado, para que se mostrasse pecado, operou em mim a morte pelo bem; a fim de que pelo mandamento o pecado se fizesse excessivamente maligno. Porque bem sabemos que a lei é espiritual; mas eu sou carnal, vendido sob o pecado. Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço. E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa. De maneira que agora já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim. Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço. Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim. Acho então esta lei em mim, que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo. Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus; Mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros. Miserável homem que eu sou! Quem me livrará do corpo desta morte? Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado.
Romanos 7:1-25

De alguma forma o eu pecador está ligado não com o que eu faço, mais com o que eu sou, e isso revela-se diretamente em meus desejos, o meu pecado, segunda a lei estou morto para Deus, por causa dessa desobediência. No entanto como Paulo eu Francisco Wallas dou graças a Deus por Jesus Cristo, pois só Ele, a Palavra viva de Deus encarnada diante dos homens me aceitou do jeito que eu sou, e não do jeito que eu deveria ser, Ele olhou dentro de mim, Ele me viu pelado do jeito que sou, todas as minha imundícies e disse, Filho independentemente dos seus pecados, eu te amo, e quero que você acredite nisso agora, pois nesse exato momento eu estou sendo crucificado por que eu provo meu amor pelos meus filhos, e então cumpriu-se aquilo que Isaias profetizou:

Quem deu crédito à nossa pregação? E a quem se manifestou o braço do SENHOR? Porque foi subindo como renovo perante ele, e como raiz de uma terra seca; não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência nele, para que o desejássemos. Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum. Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos. Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca. Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foi cortado da terra dos viventes; pela transgressão do meu povo ele foi atingido. E puseram a sua sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte; ainda que nunca cometeu injustiça, nem houve engano na sua boca. Todavia, ao Senhor agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do Senhor prosperará na sua mão. Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo, o justo, justificará a muitos; porque as iniqüidades deles levará sobre si. Por isso lhe darei a parte de muitos, e com os poderosos repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma na morte, e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores. - Isaías 53:1-12

Sem mais... Eu sou profundamente amado por Deus por causa de Jesus, há isso eu digo amém.


sexta-feira, 21 de julho de 2017

NÃO HÁ MAIS VOLTA...

A primeira vez que fui emboscado por Jesus de Nazaré, foi nas narrativas dos Evangelhos, e a palavra Evangelho significa Boa Nova, o Evangelho é desse modo literalmente Boas Notícias a humanidade... Então de alguma forma que eu não sei explicar despertei primeiramente inconscientemente, depois tendo consciência de que fui invadido por um amor avassalador que só pode ser divino. Então conscientemente fui desperto e motivado em meu coração por algo que começou de dentro para fora que dizia: Vá meu filho, escreva tudo que eu lhe mostrar, caminhe comigo e te mostrarei coisas que foram escondidas dos orgulhosos filhos de Adão. Não pensei duas vezes, larguei tudo o que tinha e seguir de mãos dada com o meu Senhor.

Recentemente a Editora Chiado publicou um livro de minha autoria com o título de: Diário de um pecador. A primeiro passo a interpretação e a impressão que as pessoas tem é que o livro fala de pecados, mas na realidade a sua essência fala sobre o pecado. Agora temos que entender uma coisa, a diferenciação entre pecados e pecado, pecados é tudo aquilo que praticamos contra Deus e ao nosso próximo, enquanto que pecado é aquilo que somos, isto é, somos pecadores não porque pecamos, somos pecadores por que a nossa natureza é pecaminosa; não é o que eu faço, é o que eu sou.... Isso compreendido te revelará o segredo da cruz.

Pois bem, em minha espiritualidade baseada na revelação do Eterno manifestada na revelação histórica de Jesus de Nazaré, estou profundamente convencido de que as nossas religiões estão influenciadas de alguma forma por potestades e majestades, principados poderes e domínios que atuam na dimensão espiritual, e esse livro é para vocês que de alguma forma enxergam essas coisas que os olhos não vêm, e aquilo que os ouvidos não escutam. É para vocês que querem profundamente andar com Deus não apenas ao lado de vocês, mas dentro de vocês. É para vocês que sabe que não é preciso deixarem o exercício e a pratica de uma espiritualidade saudável para se transformarem em super-espirituais. É para todos vocês que são filhos do amor gerados pela verdade do Evangelho, o Evangelho não são apenas palavras escritas em um livro, não é apenas letras, mas antes palavras encarnadas e praticadas como ação de graça no chão da vida. A pratica do Evangelho é verdadeiramente o espirito das palavras, transformam-se em letras vivas. Hoje sinto-me profundamente necessitado de Deus, e quanto mais nós o conhecemos mais percebemos que sem Ele somos nada e ninguém, e o nada que somos com Ele é tudo, pois até na física quântica observamos que no vaco quântico, isto é, no nada, há energia, então até o nada para nós é vida para Deus realizar as suas boas obras em nós.

Obrigado querido Abba por amar-me, um errante filho pródigo sempre em volta para casa do pai. Quem porventura quer nos céus ou na terra vai ter a autoridade de nos separar de amor do Altíssimo Deus que nos foi depositado por meio de Jesus Cristo? Quem estar sentado no trono? Senão o leãozinho da tribo de Judá, o conquistador não só de Israel, mas do mundo todo...

Francisco Wallas Da S. Barbosa

Livro físico em papel: 36,00 Reais
Livro E-book virtual: 09,00 Reais



quinta-feira, 20 de julho de 2017

Sonhei com ela

Hoje acordei assustado
Com uma paixão do passado,
Em sonhos fui emboscado,
Ela me beijava e me usava
E depois me largava abandonado.
Acordei suado e respirei bem fundo
Aliviado, foi apenas um sonho...
Fiquei pensativo, mas aliviado.

Aquilo ficou em minha cabeça,
Lembrava e relembrava parágrafos
Daquela cena louca de desejos,
Porque isso agora que estou bem
Sem estar ao seu lado, será um carma,
Ou talvez uma assombração de uma
Paixão totalmente embaraçado.
Interinado...

Há quem diga que a mente esquece
Mas a alma relembra. Porque fazes isso
Comigo minha alma, te trato tão bem
E tu vens me agoniar, me sabotar
Com um desejo tolo do passado...

Será que ela não esqueceu um passado
Que não está muito longe e deixou
Algum tipo de sequela de alguns
Doces instantes...

Já sei o que deve ser feito, enfrentar
Esse desejo é o único jeito.

De sorte que sempre tenho minha preta,
Ela estar ao meu lado, e como uma
Guerreira espanta todos os fantasmas
Mal-assombrados, mas ela mesmo
Não sabe, pois apenas sua
Presença junto comigo já me diz
Que eu não sou ninguém sem essa bela ao meu lado...

Há que pretinha doce, ela me
Ensinou a amar e desejar.
Como é bom amar uma pessoa que está ao
Seu lado sem perder o sentido de a desejar.
De poder a cada segundo que passa lhe conquistar,
De esquecer o barulho do tic-tac do
Relógio quando se está ao seu lado,
Que sonho eu tive mesmo de
Uma paixão do passado?
Já esqueci, foi apenas um instante
Pensando na pretinha que esse
Fantasma foi imediatamente
Expulso do meu lado.

Você viu agora alma minha como está
Claro quem eu quero ao meu lado.


terça-feira, 18 de julho de 2017

CARTA PARA HUMANIDADE

Problemas não nascem, eles aparecerem.

Problemas não existem, eles são criados, e em sendo criado existe como objeto de criação, então ele é a criação daquele que o criou, o problema ou a solução. No entanto eles não existem são criados por nós.

No princípio foi a criação, depois a existência. A existência para existir depende de consciência e toda criação há um Criador. Sendo assim quem nos criou e nos deu consciência de existência?

Se nós somos criação de Deus então somos o problema dEle? Não, somos a solução da vida. Na dimensão humana os homens criam mais problemas do que solução, já na dimensão in-dimensionavel Deus só cria soluções para os nossos problemas, pois Deus é puro e santo e bom. E isso é amor, portanto Deus é amor, então amem-se uns aos outros e em seguida poderão dizer amém em suas orações. Então a solução de Deus em nós como criação na vida é o amor, foi isso que Jesus Cristo ensinou insistentemente.

Nunca diga: problema seu. O problema é da vida, já que somos todos vida, então o problema é nosso. Dor de dente não dá só em um lado do dente.

Pense nisso.

Amar é a solução dos problemas da existência.


domingo, 9 de julho de 2017

O VALOR DA AMIZADE

Estive pensando sobre o significado da amizade, no que ela produz, naquilo que ela causa e implica na nossa vida. Vivemos em um mundo grande onde existe 6,1 bilhões de pessoas e naturalmente não conhecemos e nem sabemos de algumas pessoas que possam existir, mesmo existindo e sendo importante para algumas, é aí que a amizade faz sentido. Ter amigos significa que sua passagem aqui na terra vai ser lembrada por um grupo de pessoas, ou até mesmo por uma nação, dependendo da sua influência você até pode ter amigos pelo mundo todo, pode ser conhecido universalmente... Isso é o que acontece quando você deixa um legado importante para os humanos aqui na terra.

Sim, é importante e crucial você ter amigos. Ninguém na vida consegue caminhar sozinho e solitário tendo em vista que até mesmo a solidão é uma companhia, então desse modo até os solitários na verdade não estão tão sós assim. A solidão é sua companhia. Amigos nos ajudam a caminhar no chão da vida de mãos dadas.

No entanto é bom salientar, no meio dos seus amigos sempre haverão falsidades não se iluda. Nem todos serão verdadeiros, alguns manterão relações com você baseada na sua própria ganância, isso é, apenas será seu amigo enquanto de alguma forma você pode beneficiá-lo de alguma forma. Sim, no mundo tereis decepções, isto é verdade, no entanto tenhamos bom ânimo pois existem bons amigos e verdadeiros.

Não podemos perder a fé na humanidade, nos relacionamentos humanos que fazem parte da vida. Mahatma Gandhi lhe diria, meu irmão, não é só porque existem algumas gotas sujas no oceano que ele esteja todo poluído, é com esse sentimento que escrevo essas palavras. É com essa sensibilidade ao outro e a importância de ter amigos e ao mesmo tempo cuidado.

Jesus Cristo enquanto esteve na terra Ele chamava seus discípulos de amigo, veja a humilde e a grandeza de um bom Mestre, o único Homem que verdadeiramente venho a terra como representante do Eterno, o único com poder e glória, o único que afirmou que somos amigo dEle, somos amigos de Deus, por causa de Jesus, Ele é a nossa ponte. Então ele dizia: — Eu vos afirmo, meus amigos: não temais os que podem matar o corpo [...] Lucas 12:4 ... — Não existe maior amor do que este: de alguém dar a própria vida por causa dos seus amigos. João 15:13 ... — Vós sois meus amigos, se praticais o que Eu vos mando. Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz seu senhor; mas Eu vos tenho chamado amigos, pois tudo o que ouvi de meu Pai Eu compartilhei convosco. João 15:14-15

Meus amigos a amizade é um relacionamento sagrado, pratique-a com amor. Em Cristo onde estão ocultos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento, nEle escrevo com amor.




terça-feira, 27 de junho de 2017

UM RECADO ÀS FAVELAS DE ITAQUÁ

Terça-feira 27 de junho de 2017 meus olhos presenciou a frieza da prefeitura de Itaquaquecetuba, derrubaram todas as casinhas da invasão, nova esperança, digo que eles foram frios levando em consideração a situação que os moradores foram largados. Será que ao menos eles pensaram nas crianças? Eles crucificaram a esperança das criancinhas, no entanto não me preocupo, pois sei que Deus ressuscitará ela.

O mais triste é ver a mídia reproduzir as palavras de um major que diz: "é uma área de preservação permanente, por lei estadual, e área de várzea do Tietê sujeita a inundações e não tem condições das pessoas viverem." — Alguém viu algum morador sendo entrevistado para dizer a sua versão? Se realmente eles alguma vez sofreram com inundações? Não, a mídia deu prioridade para o sistema como sempre... Bem que Malcolm X dizia: “Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo.” — Agora, ache ruim quem quiser, minha consciência tem muito mais comunhão com aquilo que Malcolm X disse, do que, com aquilo que o major justificou.

Faço apenas uma pergunta: A maneira que essas pessoas foram tiradas donde ansiava solidificar a estrutura de uma família foi correta? — Eu como um ser humano, um ser racional, um discípulo de Jesus de Nazaré, digo que não... Será que um parque ambiental é mais importante do que milhares de humanos? Será que somos o problema das enchentes metropolitanas de São Paulo? A algum mal em ser um morador de uma favela? Vocês já viram alguém da Vila Sonia, Fiorelo, ou algum outro bairro próximo derrubando as madeiras da mata? Pois é exatamente isso que o projeto Várzea do Rio Tietê diz que fazemos e somos, isso é o que a secretaria do meio ambiente justifica para criar esse parque. Eu particularmente me orgulho muito em ser um favelado, levando em consideração o significado da palavra "favela" que provêm de um arbusto ou árvore, sinto-me ligado a natureza. Sim sou um favelado nessa definição, e com muito orgulho. Agora a ironia da acusação do meio ambiente é de que a culpa é da favelização. Não podemos deixar que eles nos definam como conjunto de habitações populares que utilizam materiais improvisados em sua construção tosca, e onde residem pessoas de baixa renda. Até não podemos ter os mesmos recursos que os Play Boys, mas temos dignidade e somos pobres favelados com orgulho.

No entanto não percamos a esperança, Mahatma Gandhi uma vez ensinou para nós nunca perder a fé na humanidade, pois ela é como um oceano. Só porque existem algumas gotas de água suja nele, não quer dizer que ele esteja sujo por completo. Acredito na força do amor e confio plenamente na justiça Divina, e me sujeito a ela. Mais jamais respeitarei leis injustas criadas pelos homens, leis que beneficiam os colarinhos brancos e oprimem os maltrapilhos.

Acorda favela, vocês são importantes.



sexta-feira, 23 de junho de 2017

CONFISSÕES DE UM QUERUBIM

Sei que há diversos anjos na cidade se tornando marginais. Eu sei que muitas pessoas hoje em dia estão usando drogas, matando, roubando e fazendo tudo de ruim por causa do que eles passam em suas casas. Eu sei que essas pessoas sofrem violências de pais orgulhos, de pais bêbados, ignorantes, pais malditos porque não proferem nenhuma palavra bem-dita de esperança a seus filhos, eles não sabem que suas palavras e violências são destruidora de sonhos, por isso há muitos anjos nas cidades se tornando marginais...

Cansaram de ver aquela cena agressiva com qual cresceram, mãe apanhando, irmãos apanhando, até mesmo ele sendo espancado, então o indivíduo se perde, se deprimi, e vai descontando todo o seu ódio na sociedade. Se hoje temos milhares de marginais nas ruas roubando, na maioria dos casos, não culpem o diabo; culpem vocês mesmos homens e mulheres perversas, tias e tios pedófilos, vocês hoje ó humanidade depravada, provam do veneno que vocês próprio criou.

Nessas histórias todos padecem, os pais que se devoram, os filhos que se perdem, e a sociedade que geme e padece com dores de parto, agoniada. O efeito dessa casualidade é que todos se perdem, porque os humanos não souberam educar as suas crianças dentro de suas casas, eles não sabem o mal que fortalece no coração de seus filhos com suas disciplinas se amor, uma correção sem amor é vaidosa, onde foram parar o afeto? A correção corrigida em amor sem agressividade? O que muitos jovens hoje em dia praticam nas ruas como maldade, é o reflexo daquilo que eles sofreram em suas casas.

Certo dia um Querubim agoniado pela vida, maltratado pelos pais não aguentou mais um dia de violência psicológica e física. Seu coração se petrificou de tal modo que ele só queria sair daquela casa... Ele desesperado foi acolhido pelo tráfico de drogas em uma pequena comunidade em São Paulo, e um dia ele voltou para a casa depois de um grande período de meditação em um ambiente florestal, isolado, natural que só a natureza pode oferecer. Ninguém sabia que ele voltava, apenas ouviu a singela oração de sua mãe ao Deus dos céus. Então Deus sussurrou em seu coração: Meu filhinho, Shalom Shalom, você não está órfão, não desista de sua vida, do amor e da esperança, do bem... Seu pai roncando como se nada tivesse acontecido e sua mãe chorando.

Eu te pergunto, o que você acha que aconteceu? Vou te dizer: Deus ouviu a oração daquela mãe e tocou o coração do seu filho. Hoje em dia esse jovem sabe que a jornada dele é o amor...

“Querido Abba, eu te amo de todo meu coração meu Deus e meu Senhor e Mestre, eu te peço que nunca me deixe sozinho. Dai-me sabedoria para eu nunca te desobedecer, e coloque suas poderosas mãos sobre aquelas pessoas que estão passando por essa situação de violência familiar, peço-te também que transforme o espirito delas em luz se houver algum tio de escuridão. Não te peço que mude as situações como um gênio da lâmpada, mas peço que mude as pessoas e assim as situações mudarão, perdoe as nossas maldades e nos sare de nós mesmos, não digo que nos livra de todo mal, digo livra-nos de nós mesmos. Se isso for do seu agrado Senhor, realiza essa oração de coração para os corações que precisam... Amém.”